6.5.13

ISO Fotográfico - Como Usar?

ISO é a medida que indica a sensibilidade do sensor da câmera à luz do ambiente, ou seja, quanto maior o número ISO, maior a sensibilidade do sensor à luz, e quanto menor o número ISO, menos luz será percebida pelo sensor da câmera.


A cada vez que o ISO é aumentado, a sensibilidade do sensor à luz dobra, fazendo a seguinte escala: 100, 200, 400, 800, 1600, 3200... Isso significa que cada valor torna o sensor duas vezes mais sensível à luz, e a foto ficará mais clara. A escala mais comum vai de 100 a 3200, mas algumas câmeras possuem o valor do ISO até 102400.


É importante saber que o aumento do ISO compromete a qualidade da foto, causando o chamado “efeito granulado” ou ruído, por isso, em boas condições de iluminação, o melhor é não aumentar o ISO para se obter uma foto mais “limpa”. O ruído deixa a foto menos nítida, apresentando pontinhos de cores especialmente nas partes escuras.


Contudo, em ambientes com pouca luz, recomenda-se aumentar o valor do ISO para que a foto não fique escura demais. Contudo, há outros recursos para melhorar a iluminação da foto, como o flash, a diminuição da velocidade e o aumento da abertura. Estes recursos podem ser utilizados, mas o fotógrafo deve perceber qual deles convém para o momento da foto.



Se você não tem a possibilidade de chegar à captação de luz desejada alterando a velocidade, a abertura ou utilizando o flash, então o ISO deve ser aumentado para que mais luz seja captada pelo sensor. Se for possível conseguir aumentar a luz de outra forma, priorize deixar o valor da sensibilidade ISO mais baixo possível.
Em casos de ausência de flash ou de outra fonte de luz, o aumento do ISO pode ajudar também a diminuir o efeito de fotos borradas ou tremidas, já que vai captar mais luz em uma menor quantidade de tempo.

Fonte: http://www.infoescola.com/fotografia/sensibilidade-iso/

O que acharam da dica? Foi útil pra vocês? Beeeijos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário